Saudações

A todos que viajam pela primeira vez nos tranqüilos e incomensuráveis rios da Literatura, Música e Cinema, sejam bem-vindos. Espero que gostem dos textos; alguns são textos acadêmicos, outros pura literatura, se assim considerarem o que escrevo como literatura. Pretensão à parte, desejo que sejam bem recebidos pela pena que uso nessa nova imersão em que me atiro.

domingo, 10 de junho de 2012

poesiaVI

Esta feminilidade narrativa
que a poesia desconhece
descobre os próprios caminhos
na Ilíada suburbana desvairada.
odisseu se perdeu
nos trilhos do trem.
às espadas,
à pólvora chinesa
em bairros do leste ao sul.
Uma capital sangrenta
descreve a lápide trancada;
marcas criptográficas dos dedos sujos a nanquim.
são pequenas correções em umas poucas linhas.
"Desculpe-me, isso não é uma carta de amor"

Nenhum comentário: