Saudações

A todos que viajam pela primeira vez nos tranqüilos e incomensuráveis rios da Literatura, Música e Cinema, sejam bem-vindos. Espero que gostem dos textos; alguns são textos acadêmicos, outros pura literatura, se assim considerarem o que escrevo como literatura. Pretensão à parte, desejo que sejam bem recebidos pela pena que uso nessa nova imersão em que me atiro.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Desacato

O ato rebelde do olhar furta o instante final,
paralisa a dor que instala o medo,
masca o fumo desgaste da garganta furia .

Passa ao lado,
olha a gilete que acena aos brados
de imponente cuidados,
rasga o medo ao acaso!!!

passe aqui perto que estou aqui em olhos
em vistas invista revista o que nã0 seja visto.
Fica assim, drenado desse jeito,
o rio poluídos não confunde as nádegas do carnaval....

Nenhum comentário: