Saudações

A todos que viajam pela primeira vez nos tranqüilos e incomensuráveis rios da Literatura, Música e Cinema, sejam bem-vindos. Espero que gostem dos textos; alguns são textos acadêmicos, outros pura literatura, se assim considerarem o que escrevo como literatura. Pretensão à parte, desejo que sejam bem recebidos pela pena que uso nessa nova imersão em que me atiro.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

poesiaIII

Fabricas o favo que adocica o teu ilogismo,
a paixão perdida numa cena de cinema,
Um rogar aos gritos;
Carlitos espanta o ócio de domingo.

Nenhum comentário: